Sunset at Dawn no mundo interconectado

sunsetSunset at Dawn, uma interessante novela:

“Mais de 300 milhões de crianças na India e em outros países em desenvolvimento abandonam a escola antes de alcançar 10 anos de idade.”

Perguntas: “Quais são as circunstâncias que forçam os alunos a abandonar a escola? Mesmo com programas gratuitos de educação e refeições no meio do dia, por que tantos não terminam a escolaridade? Dada uma chance, eles gostariam de voltar para a escola um dia?”

Em seu último livro e seu primeiro romance, Sunset at Dawn, o notável educador, Prof. P. R. Ramanujam aborda um assunto que tem atrapalhado a Índia rural por mais de um século: A impossibilidade dos pobres de completar sua educação e inevitavelmente acabar no trabalho infantil.

Neste retrato honesto da vida em uma vila indiana, o Prof. Ramanujam narra a história de Raman, um estudante brilhante, que é compelido a parar de estudar devido a circunstâncias inevitáveis em casa.
No entanto, Sunset at Dawn não é uma história sem esperança. Pelo contrário, é a história de milhões lá fora, que vivem na esperança, apesar de todas as oportunidades perdidas. É a história de esperança de um amanhecer que espera para quebrar depois da longa noite.” (Ed. Index)

Sunset at Dawn, una interesante novela:

“Más de 300 millones de niños en la India y otros países en desarrollo abandonan la escuela antes de cumplir 10 años.”
Preguntas: “¿Cuáles son las circunstancias que obligan a los estudiantes a abandonar la escuela? Incluso con programas de educación gratuitos y comidas de medio día, ¿por qué tantos no terminan la escuela? Dada la oportunidad, ¿querrían volver a la escuela algún día?
En su último libro y su primera novela, Sunset at Dawn, el notable educador, Prof. PR Ramanujam, aborda un tema que ha perturbado la India rural durante más de un siglo: La incapacidad de los pobres para completar su educación e inevitablemente terminan en el trabajo infantil .
En este retrato honesto de la vida en un pueblo indio, el Prof. Ramanujam cuenta la historia de Raman, un estudiante brillante, que se ve obligado a dejar de estudiar debido a las inevitables circunstancias en su hogar.
Sin embargo, Sunset at Dawn no se trata de una historia sin esperanza. Por el contrario, es la historia de millones de personas que viven en la esperanza a pesar de todas las oportunidades perdidas. Es la historia de la esperanza de un amanecer esperando para romper después de la larga noche que parece interminable.” (Ed. Index)

Margarita Victoria Gomez

Galeria | Esse post foi publicado em Pedagogia da virtualidade. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Sunset at Dawn no mundo interconectado

  1. reginasantos disse:

    É sem dúvida alguma uma oportunidade impar ter neste espaço de conecções virtuais sobre educação, inclusão e as TICs no contexto da sociedade global , ter informações sobre esta importante obra literária na perspectiva de uma educação inclusiva. O romance Sunset at Dawn, do notável educador, Prof. P. R. Ramanujam abordando o assunto: A impossibilidade dos pobres de completar sua educação e inevitavelmente acabar no trabalho infantil, é atual e tem relações estreitas com o processo histórico de evasão escolar também vivenciado no Brasil nas regiões agrícolas de cultura sazonal, da colheita de grãos e frutos da terra, bem como nas áreas em que predomina a agricultura familiar.Será interessante aproveitarmos este espaço da Pedagogia da Virtualidade para refletirmos um pouco sobre esta problemática educacional e tecermos um pouco mais , coletivamente a “malha dos sonhos e da esperança ” de dias mais promissores para as crianças e adolescentes que hoje são privados do direito de aprender, de estudar, de produzir conhecimentos, apesar de toda uma legislação educacional e ações de organismos internacionais e de educadores que ao contrário do que revela o romance Sunset at Dawn, exortam sobre o direito do acesso, a permanência e o sucesso da criança na escola. Regina dos Santos – Mestre em Educação – UNINOVE – São Paulo, Educadora e Coordenadora Pedagógica na Rede Pública Municipal de São Paulo.

    • virtus disse:

      Regina você acompanha atentamente o blog e percebe que a virtualidade é um espaço de conexões. A problemática da educação rural/urbana como um dos direitos básicos na sociedade atual supera o romance mas o romance é palavra encarnada de um educador “sentirpensante”. O espaço continua aberto..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s