Proposta de Currículo para a Educação Infantil

A imagem acima é a sistematização de um Currículo de Educação Infantil construído por Educadores de um Centro de Educação Infantil conveniado com a Prefeitura do Município de São Paulo, que atende crianças de 0 a 4 anos. É uma proposta diferenciada de se conceber currículo; para compreendê-lo, devemos partir de seu núcleo que é o objetivo, intenção principal para as crianças de 0 a 4 anos, que deve permear todas as ações. Para se obter o objetivo principal que é o “Fortalecimento da Cidadania”, surgem as dimensões a serem trabalhadas nas ações educativas. Espiritualidade, Estética, Protagonismo, Consciência Planetária, Relações Solidárias, Resiliência, Acolhida e Investigação. Tais dimensões têm como norteadores principais a Coerência, Felicidade, Espera, Ética e o Amor. Todos os conceitos tem um círculo maior com a palavra “roda”, que traz a ideia de roda de conversa, discussão, onde todos têm voz, onde todos podem se olhar “olhos nos olhos”, não há ninguém superior, todos são indivíduos únicos com suas singularidades e que podem contribuir com suas ideias e vivências. Assim acredito na Educação Infantil, com um currículo que tenha a participação ativa de seu principal interessado, a criança. Que este parta de suas necessidades, expectativas e conhecimentos prévios.

PROJETO: LUZ E SOMBRAS

Luzes e sombras têm realmente sua poesia. Oscilantes, mais ou menos intensas, elas brincam, sugerem formas, movimentos e até mesmo sensações. Há muito, esse contraste tem sido utilizado para encantar, sentir e fazer sonhar, como acontece no Teatro de Sombras. Não à toa, portanto, crianças são atraídas pelo jogo das luzes e das sombras. Quem trabalha com bebês e crianças pequenas sabe como uma fonte de luz pode chamar-lhes a atenção, e como o simples “acende e apaga” se transforma numa divertida brincadeira. Crianças um pouco mais velhas gostam de brincar com sua própria sombra, tentando alcançá-la como em um jogo, entretendo-se também com os movimentos que fazem e as formas que produzem.

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil – RCNEI, “quanto menores forem as crianças, mais as suas representações e noções sobre o mundo estão associadas diretamente aos objetos concretos da realidade conhecida, observada, sentida e vivenciada. O crescente domínio e uso da linguagem, assim como a capacidade de interação, possibilitam, todavia, que seu contato com o mundo se amplie, sendo cada vez mais mediado por representações e por significados construídos culturalmente”.

O trabalho tem como intenção oferecer às crianças experiências diversas por meio de brincadeiras com o tema luz e sombra, tais como: teatro de sombras, coreografia atrás de um lençol iluminado apenas com a luz de um abajur, brincadeiras com o corpo e as mãos com a luz de um retroprojetor e/ou lanternas, o incentivo à criação de sombras a partir de figuras, e tantas outras.

De acordo com os conceitos de Reggio Emilia, o trabalho com luzes abarca três dimensões da percepção: a visibilidade, a experiência estética e a sensação da passagem do tempo. Ainda que as luzes estejam mais associadas à questão da visibilidade, podemos facilmente perceber que há muito de nossa percepção estética em sua presença, pois dependendo dos elementos de sua modulação, da forma e da quantidade em que aparecem, podemos sentir alegria ou medo, euforia ou letargia. E, finalmente, a luz natural nos oferece parâmetros para que possamos perceber a passagem do tempo: mexendo com esses elementos também podemos “mexer” com o tempo como, por exemplo, numa brincadeira no escuro que represente a noite.

Sequência de atividades

1º dia – Uso o retroprojetor, com a sala escurecida, exploração da luz, identificação de sua imagem corporal através da sombra, seus movimentos, reconhecimento de si e do outro. Retroprojetor aceso e apagado. Uso de imagens do cotidiano das crianças, brinquedos, animais.

2º dia – Teatro de sombras apresentado pelos professores e em seguida oferecer personagens (fantoches de papel cartão) aos educandos para que brinquem com o teatro de sombras e observem as diferentes sombras refletidas.

3º dia – Brincadeiras com lanternas em sala escurecida, em seguida cobrir a luz da lanterna com diversas cores de papel celofane. Instigar a observação da transformação das cores da luz.

4º dia – Em um espaço aberto, ex. parque, mostrar a luz do sol e a reação das crianças em perceber suas sombras refletidas, propor o desenho das sombras das crianças com giz no chão.

5º dia – Propor um espaço escurecido com um grande lençol, iluminado para que se possa ver a sombra, oferecer músicas para que as crianças dancem e vejam as sombras refletidas umas das outras, inventem e reinventem movimentos.

A cada início de atividade e término, propõe-se realizar uma roda de conversa para explicar o que irá acontecer, quais as expectativas das crianças em relação a atividade e quais seus conhecimentos prévios cerca do assunto. Este projeto nos leva a pensar em atividades/currículo com outra perspectiva. Buscando além de oportunizar a ampliação do repertório cultural, a valorização dos conhecimentos prévios e inovação em relação a utilização de recursos e materiais, não tão convencionais na Educação Infantil.

Renata Cocato Costa

Imagem | Esse post foi publicado em Educação infantil freiriana. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Proposta de Currículo para a Educação Infantil

  1. recocato disse:

    Seguem referências para a proposta acima
    Referencial curricular nacional para a educação infantil / Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. — Brasília: MEC/SEF, 1998.

    Projeto Marista para a Educação Infantil – currículo em movimento. Org. Marta Debortoli Moschetto e Ricardo Santos Chiquito. São Paulo: FTD, 2007. (Coleção Currículo em Movimento, vol. 2)

  2. Magda Lucia Cano disse:

    Renata… parabéns para o trabalho q vcs realizam no CEI. Vc pode me informar o nome do CEI? Obrigada, Magda

    • Renata Cocato Costa disse:

      Olá Magda, me encaminhe seu e-mail para que eu passe o nome do CEI, para preservar a identidade do mesmo. Ele é conveniado com a Prefeitura de São Paulo, trabalhei lá por 2 anos, hoje não estou mais lá, porém ainda tenho contato com educadores(as).

  3. Carolina disse:

    Ola.
    Bom dia.
    O que faz os seres humanos estarem tão insensíveis para adaptarem ao mundo atual.
    As pessoas estão sempre compromiçada com seu eu.
    A busca de um nada disfarçado de tudo.
    Todas as escolas têm milhares de projetos, porém uma parcela mínima conclui um destes projetos.
    Cada vez mais tá todo mundo sozinho, desamparado sem caminho a seguir.
    A diferença é que uns sabem disto e outros ainda não.
    Hoje é tudo na base do atacado, na quantidade, numa busca desenfreada pelo tudo que é nada A internet é o nosso mundo novo.
    A teoria dos estágios, a qual a percepção das crianças evoluiu em etapas relativamente bem definidas, (Jean Piaget)

  4. ELIANE MELQUIADES DA SILVA disse:

    PARABENS MENINAS PROPOSTA MUITO BEM ELABORADA TEMOS QUE INVESTIR NA EDUCAÇÃO INFANTIL , O DESENVOLVIMENTO DAS CRIANÇAS É O REFLEXO DO NOSSO TRABALHO. BJS

    • LUCIA PEREIRA NOBRE SOARES disse:

      Embora estejamos envoltos a luz da tecnologia,que saibamos usá-la a nosso favor,como coadjuvante de um processo educacional sério,comprometido com as descobertas espontâneas de nossos educandos,que nossos sentimentos,olhares e fazeres não embruteça perante ao olhar da criança que caminha conosco em busca do aprender.Planos, projetos e metas, só serão interessantes com a participação de todos os envolvidos,inclusive os pais,a comunidade local,não há porque ser diferente,escola é lugar de ser feliz,e o amor tem que prevalecer!

  5. LUCIA PEREIRA NOBRE SOARES disse:

    Embora estejamos envoltos a luz da tecnologia,que saibamos usá-la a nosso favor,como coadjuvante de um processo educacional sério,comprometido com as descobertas espontâneas de nossos educandos,que nossos sentimentos,olhares e fazeres não embruteça perante ao olhar da criança que caminha conosco em busca do aprender.Planos, projetos e metas, só serão interessantes com a participação de todos os envolvidos,inclusive os pais,a comunidade local,não há porque ser diferente,escola é lugar de ser feliz,e o amor tem que prevalecer!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s