2. Educação em rede e pedagogia da virtualidade

Pedagogia da virtualidade _ EventosPor que tantas pedagogias? É a pergunta reiterada e que pode ser respondida rapidamente, indo além do dualismo teoria prática: é aquela que reflete, pensa e permite fazer educação a partir da expansão e propagação da rede interpelando a pedagogia tradicional e as tradições de ensino. É aquela que nos ajuda a  demarcar um novo território educacional, o da virtualidade a partir da cultura contemporânea, da educação popular, do rizoma, das estratégias colaborativas e do sujeito da praxis, inacabado.

O universo semiótico, a densidade humana na rede e os sentidos que damos aos usos e apropriações dos artefatos culturais da nossa época nos remetem pensar e fazer educação com a gente do nosso tempo mais sustentados em outras experiências e leituras.

Deixamos aqui indicações e links para algumas leituras possíveis que podem contribuir para compreender a pedagogia da virtualidade:

Livros

pedagogiadavirtualidade

 

Pedagogia da virtualidade: redes, cultura digital e educação. São Paulo: Loyola, 2015. (Disponível)

 

 

educacaoemrede

 

Educação em rede: uma visão emancipadora (São Paulo: Cortez/Instituto Paulo Freire, 2004).
Resenha em inglês: On-line education: An emancipating vision
Resenha em espanhol Resenha em português

 

educacion en red GomezEducación en red: una visión emancipadora para la formación. México, Jal.: Universidade de Guadalajara, 2005. (Tradução do livro para o espanhol)-Resenha em espanhol –Resenha em espanhol 

 

 

sumandovocesCiberespaço, cibercultura e universidade virtual. In: Betrán, J.; Teodoro, A. Sumando voces. Ensayos sobre Educación Superior en términos de igualdad e inclusión social. Buenos Aires: Miño & Dávila, 2014, Cap. v. 1, p. 1-16.

 

Cibercultura

Cibercultura

Cibercultura, formação e atuação docente em rede (Brasília: Liber Livro, 2010).

 

 

 

Educar na contemporaneidadeEducar na contemporaneidade: Cultura, tecnologia e educação no cotidiano do professor e do estudante (Jundiai: Paco, 2013). Link para prefácio)

 

unidad en la diversidad

Paulo Freire: La unidad en la diversidad como fuerza transformadora.Argentina: Nuevo Parhadigma, 2010.

 

 

 

 

paulo freirePaulo Freire: contribuciones para la pedagogía(Buenos Aires: CLACSO/ASDI/IPF) (org. e autora, 2008)

 

 

 

paulo freire 1Lecciones de Paulo Freire cruzando fronteras: experiencias que se completan. (3. ed. CLACSO, Buenos Aires: 2006)  Org. e autora.    

 

 

biblioteca

Debatedora. Projeto político Pedagógico. In:  Macedo, N. Biblioteca escolar brasileira em debate: da memória profissional a um fórum virtual. São Paulo, Editora Editora SENAC 2005.

 

 

 

IMG_8551Alerta … cuatro computadoras en la escuela‬: ‪maestros abriendo caminos desde la brecha‬. Rosario: Artemisa, 1998.

 

 

 

GOMEZ, M.V. (Org.). Territorialidades outras na educação: Linguagens, mídias e códigos digitais em conexão com Paulo Freire. 1ed.Guadalajara Mx: Prometeo, 2014, v. , p. 1-.

Capítulos de livros

paulofreireagendaEducación a distancia y cátedras libres: reflexionando sobre emergentes en el contexto de la educación latino-americana. In Torres, C.A. Paulo Freire e a agenda da educação latino-americana no século XXI. Buenos Aires: CLACSO,  2001.

 

 

 

 

veinte visiones

Visión de la educación en red más allá de la distancia. In: Moreno Castañeda, M.. (Org.). Veinte visiones de la educación a distancia. 1ed.Guadalajara, Mx.: Universidad de Guadalajara, 2012, v. 1, p. 1-16. (cap.8)

 

Educar na contemporaneidade

Educar na contemporaneidade

Educar pela pesquisa: dispositivos da web para a investigação científica, In: Gomez, M.V; Fernandes, M; Domingues, A.. (Org.). Educar na contemporaneidade: Cultura, tecnologia e educação no cotidiano do professor e do aluno. 1ed.Jundiai: Paco, 2013, v. , p. 21-23. Link para Ref. do livro.

GOMEZ, M.V. ; Victor, K. ; Silva, L. . A Universidade Aberta do Brasil: expansão e interiorização da educação superior com docentes, dirigentes e gestores da educação básica. In: Gomez, M.V; Fernandes, M; Domingues, A.. (Org.). Educar na contemporaneidade: Cultura, tecnologia e educação no cotidiano do professor e do aluno. 1ed.Jundiai: Paco, 2013, v. 1, p. 1-27.  Link para Ref. do livro

ALBERTIN, D. O. A ; ARAUJO, C. P. ; GOMEZ, Margarita Victoria ; COSTA JR, R. ; GUERRIERO, E. D ; MAFRA, D. H ; NAKAGAMA, V. B. R. ; PENTEADO, M. ; TAVEIRA, A. S. N. E. ; SANTOS, R. ; SILVA, M. L. ; TOLEDO, M. C. B. M. ; VICTOR, Kelly . A Rede-instalação pedagógica e o Círculo de cultura virtual Paulo Freire.. In: Bioto-Cavalcanti, P. ; Teixeira, R.. (Org.). A Experiência do Mestrado Profissional em Gestão e Práticas Educativas: narrativas e resultados preliminares. 1ed.São Paulo: TAcadêmca, 2015, v. 1, p. 105-145.

Artigos

Levinas & Freire: la ética de la responsabilidad para la interacción cara-a-cara en la educación virtual. Revista de Innovación Educativa, 2011.

Análise do perfil de professores da área da saúde que usam a simulação como estratégia didática. Revista Brasileira de Educação Médica, 2011.

Reivindicando as contribuições pedagógicas de Paulo Freire frente à financeirização da educação (2011)

A transversalidade como abertura máxima para a didática e a formação contemporâneas. Revista Iberoamericana de Educación (2009).

Memoria y formación de profesores: perspectivas teóricas, temáticas y metodológicas. Revista Iberoamericana de Educación (2007)

Alfabetização na esfera digital: Uma proposta freireana, (2002) Paulo Freire: una re-lectura para pensar la informática en educación. La Tarea, Guadalajara, Jal. México, v. 12, p. 86-93, 2000.

Releitura de Paulo Freire para uma teoria da informática na educação. Contato (Brasília. Impresso), Senado Federal, Brasília, v. 1, n.3, p. 15-26, 1999.

Educador/a fazendo rizoma na red. Videtur (USP), São Paulo, v. 6, p. 57-64, 1999. Videoconferencia y formación docente. Revista Ceide, Rosario, v. 1, n.1, p. 17-19, 1997.

Genealogia del termino tecnologia educativa. Revista Ceide, Rosario, v. 1, n.1, p. 5-10, 1997.

Educação de Adultos e jovens trabalhadores, 2008.

2 respostas para 2. Educação em rede e pedagogia da virtualidade

  1. lais wollner disse:

    entusiasmante…enfoques positivos, significativos para a educação nos novos tempos,e em tão próxima conexão com o pensamento do nosso Paulo Freire…

  2. marvi2012 disse:

    Lais, é uma alegria enorme encontrar você neste novo território, cheio de novos significados! Já estamos enredadas. Bj. Victoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s